sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Caçadores de sonhos: Dream Catchers! Você conhece o filtro dos sonhos?


Já ouviu falar no filtro dos sonhos ou já viu um? São artefatos bastante usados para decoração de ambientes. Mas além de deixarem o ambiente mais bonito e aconchegante, eles têm significado!

Os dream catchers chegaram ao Brasil vindos dos EUA.  Quase todas as tribos de índios americanos há muitos anos já os incorporaram às suas tradições. Embora hoje todas estas nações indígenas produzam seus próprios dream catchers, a história dos filtros começa com os índios Ojibwe (ou Chippewa).

 

A história dos dream catchers
Os sonhos desempenhavam um papel fundamental na vida dos Ojibwe. Funcionava como uma ferramenta essencial na interpretação dos sonhos.

O filtro de sonhos, como ficou conhecido em português, na verdade, é uma teia. Os Ojibwe acreditam que, quando a noite cai, o ar se enche de sonhos, bons e ruins que podem revelar mensagens importantes do Grande Espírito para nós. Mas existem muitos outros sonhos e energias ruins flutuando a nossa volta e que não são nossos. Estes é que podem nos fazer mal. É justamente para separar estes sonhos e energias ruins que existem os dream catchers. 

Como funciona o Dream Catchers?
A tradição manda que as teias coloridas sejam penduradas sobre a cama. Os sonhos bons, sabendo exatamente aonde ir, conseguem passar pelo buraco central da teia, ao passo que os sonhos ruins ficam perdidos e acabam presos nos fios. Quando os primeiros raios de sol surgem, os sonhos maus desaparecem. Os círculos são feitos com ramos flexíveis de salgueiros e revestidos com tiras de couro. 

Uma pena é colocada no centro, representando o ar ou a respiração, essencial para a vida. Há a pena de coruja, feminina, que simboliza a sabedoria e a pena de águia, masculina, simbolizando a coragem. 
Nos primeiros 21 dias após se adquirir um Filtro dos Sonhos, este desempenha o papel de filtrar os bloqueios que impedem o seu portador de realizar os seus desejos. Depois disso, funciona como uma mandala de proteção. Deve ficar perto da pessoa, no quarto e em cima da cama. Quando a teia se rompe, deve-se jogar fora em água corrente ou queimá-lo. Entende-se que neste momento o instrumento já desempenhou o seu papel e deve ser transmutado.


Bom, independente de religião ou crença, sabemos que o universo é constituído de energias. Vale a pena acreditar que podemos melhorar o ambiente que nos cerca. Que tal a dica do Dream Catchers? 

Beijos,
Paula Toledo.


Fontes:
http://somostodosum.ig.com.br/conteudo/conteudo.asp?id=05394
http://www.airuma.com.br/2011/03/voce-sabe-como-usar-um-filtro-dos.html

3 comentários :

  1. são minhas paixões! tenho um pra cada meio metro do quarto hahaha

    ResponderExcluir
  2. Muito Legal seu Blog, curti muito.

    Tenho um Dream Catcher, ou filtro dos sonhos, ou o Caçador de Sonhos, comprei um hippie há uns 2 anos atrás em um feira, em Ilha Cumprida, litoral sul Paulista e está inteirão até hoje

    =D

    É um artefato bem bacana, tem um significado legal e é lindo.
    Acho lindo essas coisas naturais.

    Parabéns pelo Blog Bruna

    ResponderExcluir
  3. Amo seu blog ♡

    Sou apaixonada por filtro dos sonhos, tenho um tatuado na minha coxa, então manter mais perto que isso é impossivel rs.

    Beijo ♥

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...